preloader

O que é anúncio de vídeo in-stream e suas variações?

facebook-instream-CONTENT-2017
Share on facebook
Share on twitter
Share on pinterest

Há algum tempo os anúncios em vídeo apareceram no cenário da publicidade online e já são elementos imprescindíveis em toda a estratégia de marketing digital. Os anunciantes podem usar vários formatos de vídeo para criar campanhas interessantes e envolver os clientes de diferentes maneiras em sites parceiros. Entre os formatos disponíveis estão os vídeos in-stream, que podem ser puláveis (skippable) ou não puláveis (non skippable). Neste artigo vamos dar mais detalhes sobre estes formatos.

Mas primeiro, vamos entender melhor do que estamos falando.

Sabe quando você está assistindo um vídeo e é interrompido por outro vídeo? Estes são os anúncios de vídeo in-stream, ou ” no meio da transmissão” em tradução livre.

Geralmente são vídeos com duração de 5 a 30 segundos e uma ótima ferramenta para o anunciante que quer veicular mensagens mais longas e complexas com o mesmo impacto visual da televisão porém com milhares de oportunidade de segmentação de público e acompanhamento de resultados que só a mídia digital oferece.

O In-Stream está presente em vídeos do Youtube, Facebook, Twitter e em muitos sites de conteúdo. É aquela espécie de “comercial”, que pode ou não ser pulado, e que aparece antes, depois, ou até mesmo no meio do vídeo que vamos ver. O posicionamento desse anúncio em vídeo dá o “nome” que ele tem – mid-roll são os anúncios que surgem no meio dos vídeos; pre-roll são os exibidos antes do conteúdo e post-roll aparecem no final. Abaixo veja exemplos desses formatos:

EXEMPLOS VÍDEOS MID ROLL, PRE ROLL E POST ROLL

  •         Pre-roll: Esta localização gera um nível de atenção maior que a média e gera maior engajamento do usuário.

  •         Mid-roll: É um spot curto que aparece como um corte publicitário enquanto o usuário está observando um conteúdo de vídeo, obtendo alto nível de atenção e gerando grande impacto.

  •         Post-roll: é muito eficaz, já que o usuário escolhe vê-lo e, por isso, presta muita atenção, se abrindo para um novo conteúdo. 

Como funciona?

O direcionamento por anúncio de vídeo in-stream é baseado no público. No Facebook, por exemplo, para escolher quem vai ver o vídeo, o anunciante tem que preencher os detalhes da campanha (como orçamento, programação e público) e escolher entre posicionamentos automáticos ou editar posicionamentos e optar por exibir anúncios somente em vídeos in-stream, em vez de combinar o anúncio com outros posicionamentos. Ao escolher essa opção, no entanto, é preciso considerar direcionar o público de forma ampla para evitar que a veiculação dos anúncios fique abaixo do esperado. Vale lembrar que, como o direcionamento por vídeo in-stream é baseado no público, (o Facebook identifica os assuntos de interesse das pessoas e coloca seu vídeo dentro dos vídeos de outras páginas) os espectadores do mesmo vídeo verão anúncios diferentes dependendo de seus interesses.

Os anunciantes podem evitar a veiculação dentro de categorias de conteúdo específicas, incluindo questões sociais que podem ser discutidas, conteúdo adulto, tragédias e conflitos. Isso impedirá que seus anúncios sejam exibidos dentro de vídeos com conteúdo relacionado a esses tópicos.  Ele pode criar listas de bloqueios para categorias específicas, para que o conteúdo não seja mostrado nesse tipo de vídeo. Outro detalhe importante é que alguns anúncios in-stream podem ser “puláveis” depois de alguns segundos. Mas então, como é feita a cobrança?

Bom, existem duas formas: com o lance de CPV, – Custo por visualização – o anunciante paga quando um espectador interage ou assiste a 30 segundos do vídeo (ou ao vídeo completo, caso a duração seja menor); já com os lances de CPM (custo por mil impressões), ele paga com base em impressões – a cada mil exibições do anúncio.

Algumas metas que podem ser atingidas pelos anunciantes com vídeos in-stream são:

  • Captação de Leads
  • Aumento do Tráfego do site
  • Alcance e reconhecimento da marca
  • Consideração do produto e da marca

Qual a diferença de anúncios in-stream e out-stream?

Os anúncios out-stream são anúncios em vídeo exclusivos para dispositivos móveis que são reproduzidos em sites parceiros do Google e dentro de aplicativos. Os anúncios out-stream são reproduzidos inicialmente com o som desativado (diferente do que acontece com os anúncios in-stream). Para ativar o som, os usuários precisam tocar no anúncio. Os anunciantes são cobrados apenas quando mais da metade da área do anúncio é exibida na tela por, no mínimo, dois segundos.

Nos canais da Web para esse tipo de dispositivo, os anúncios out-stream aparecem em banners. Já em canais de apps, eles são exibidos em anúncios de banner, nativos, In-Feed e intersticiais, no modo retrato e de tela cheia. A cobrança é feita com base no custo por mil impressões visíveis (vCPM).

Diretrizes de anúncio de vídeo in-stream no Facebook

  • Recomendado para carregar o vídeo de resolução mais alta possível.
  • A relação de aspecto recomendada é de 16: 9
  • Formatos de vídeo recomendados são .MP4 e .MOV.
  • O tamanho máximo do arquivo de vídeo é de 4 GB.
  • A duração do vídeo é de 5 a 15 segundos.
  • Uma Imagem que tenha mais que 20% de texto aumenta a chance da entrega ser reduzida.
  • Limites de Caracteres: Texto: 125 caracteres/ Título: 25 caracteres/ Descrição do link: 30 caracteres.

Por que devo trabalhar com anúncios in-stream?

Bom, o motivo óbvio é para criar novas possibilidades que atendam a todos os anunciantes e os ajude a alcançar novos públicos. É interessante oferecer não apenas o formato mid-roll (que é o menos pulado), mas também os pre e post-roll, que são mais “aceitáveis” para o público por serem menos invasivos. ­­O consumo de materiais em vídeo nas redes sociais só cresce e, assim como o Facebook coloca os vídeos como prioridade, você deveria fazer o mesmo com seus anúncios. Que tal começar a apostar nessa tendência de anúncios de vídeos in-stream?

Se tem dúvidas sobre esse tipo de campanha, entre em contato com a gente! A Premium Programmatic tem ampla experiência na veiculação de anúncio de vídeo in-stream com parceiros de alta qualidade, alinhando o desejo das marcas ao conteúdo do seu Publisher e oferecendo a oportunidade de gerar visualizações de maior duração. Combinamos anúncios que as pessoas querem ver com a veiculação de maneira eficiente, conforme a sua demanda. Monetize seu inventário in-stream com anúncios de marca de alta qualidade, proporcionando uma experiência melhor para quem consome o seu conteúdo!

Os vídeos in-stream são um método eficaz para captar a atenção do utilizador e é por isso que o seu uso está tão generalizado entre os anunciantes. A oferta elevada faz com que o custo seja superior a outros tipos de publicações. Este é o formato que de melhor modo garante que o anúncio seja visto por completo. Somos especialistas em ajudar publishers a expandir seus negócios e gerar valor para os anunciantes com experiências positivas para o usuário.

PREMIUM PROGRAMMATIC

A Premium Programmatic é especialista em gestão de mídia programática, atende mais de 160 portais de notícias do Brasil com 1,2 bilhões de impressões monetizadas mensalmente, integrando o seu portal com as principais demandas e redes de anunciantes nacionais e internacionais, incluindo a demanda premium de anunciantes disponível no Google Ad Exchange, a maior bolsa de negociação de mídia programática do mundo.

Nossa monetização com tecnologia header bidding inclui display (banners), vídeo out-stream, vídeo in-stream, apps nativos, formatos especiais de publicidade, criação e monetização de páginas AMP, consultoria e muito mais. Saiba mais navegando pelo nosso site e entre em contato com nosso time comercial para uma análise de seu portal e potencial de faturamento, sem compromisso.

Assine a nossa newsletter

Receba as novidades do mercado programático e dicas para otimizar seu faturamento

Compartilhe

Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin