O Google AdSense é uma das maneiras mais fáceis de ganhar dinheiro online. A facilidade da captação de receita por meio dessa ferramenta é um dos grandes atrativos. Ele funciona melhor em alguns sites do que outros e você certamente precisa ter muito tráfego para lucrar uma quantia considerável com ele, mas ainda assim, é algo que qualquer um pode fazer. Mas você sabe exatamente do que se trata o Google AdSense e como ele funciona?

Entendendo o AdSense

O AdSense é o serviço do Google que exibe anúncios gráficos em forma de texto que todos nós temos visto com cada vez mais frequência em todo tipo de site. Inscrever-se no AdSense é rápido e fácil. O Google gera um ou mais conjuntos de tags HTML e Javascript para você colar no seu site, para em instantes começar a exibir seus anúncios escolhidos pelo sistema de acordo com o conteúdo do seu site, ganhando algum dinheiro com isso. Então, a questão é: como você maximiza o AdSense para ganhar tanto dinheiro quanto pode com isso? Bom, primeiro é preciso se aprofundar na ferramenta e nas possibilidades que ela oferece. 

Se você quer ganhar dinheiro com seu site monetizando seu conteúdo com o Google AdSense mas tem uma porção de dúvidas sobre como fazer isso da melhor maneira, este artigo, com certeza é para você! Reunimos, em um só lugar, 101 dicas, truques, sugestões, recursos, links e textos complementares com orientações preciosas para te mostrar de maneira clara e objetiva para você usar o AdSense como um profissional – e lucrar mais! Aqui vamos falar de maneira simples para descomplicar esse processo para você. Algumas dicas são de atitude, outras de marketing, outras só vão funcionar se você estiver mesmo interessado e disposto a fazer testes. 

Mas o mais importante é que você tenha consciência de que o AdSense pode ser extremamente poderoso quando implementado corretamente. Então leia até final e descubra todas as dicas para maximizar a receita do Adsense para o seu site!

O QUE VOCÊ VERÁ NESSE ARTIGO?

– O que eu posso ou não posso fazer com o Google Adsense

– Os melhores formatos de anúncios 

– A importância do conteúdo para aumentar seus ganhos 

– Dicas para turbinar sua taxa de cliques no AdSense

– E muito mais!

Vamos começar?

Primeiramente, vamos por partes:

Informações básicas

  • O Adsense é uma rede baseada em CPC – Custo por clique. Você é pago por clique, não por impressão.
  • Funcionamento do Leilão – o programa do Adsense funciona como um leilão de áreas: para aparecer nas primeiras posições de anúncios, em espaços nobres da página, ou nos melhores formatos, o anunciante geralmente deve desembolsar uma quantidade maior de dinheiro por clique. Então, em geral, quanto menor o número de espaços de anúncios na página, maior a chance do rendimento de cada posição ser maior, com usuários clicando nas propagandsa que oferece um valor de clique mais alto.E vice versa.

Tendo esses dois itens em vista, vamos às dicas propriamente ditas

CONTEÚDO E TRÁFEGO

Quando falamos de AdSense, o conteúdo continua sendo o rei. É ele que atrai seus visitantes e, afinal, o maior interesse de quem publica anúncios é ter público que possa vê-los e clicar neles. Por isso, invista em material ou serviços on-line de qualidade. E tem mais: você não precisa apenas ter o conteúdo que interessa aos visitantes, mas também fazer com que os sites de busca saibam disso. 

Para te ajudar a coordenar o interesse do público, a relevância nos sites de busca e ainda atrair os melhores anúncios alguns pontos precisam ser considerados:

1 – Crie um público-alvo antes de configurar o AdSense – Até o Google diz que primeiro você tem que considerar o usuário e depois pensar em qualquer outra coisa. Nunca vai funcionar fazer o contrário.

2 – Aprenda pelo menos as técnicas mais básicas de SEO (otimização para sites de busca) – A web é centralizada em mecanismos de pesquisa, por isso, o Search Engine Optimization (SEO – termo em inglês para a otimização para sites de busca) é um dos métodos mais bem-sucedidos e recomendados de atrair tráfego para o seu site (e não apenas um “termo da moda”). Essas técnicas geram tráfego direcionado e relevante para o seu site. As dicas mais simples de otimização podem fazer uma grande diferença, vale a pena testar.

3 – CTR – é a relação entre a quantidade de cliques pelo número de impressões de anúncios. Por exemplo, se um anúncio foi impresso mil vezes na página e obtece 10 cliques, o CTR será de 1%. No Brasil encontramos taxas de 0,01% a 0,5% na maior parte dos sites de conteúdo. Quanto maior o seu CTR, maior será seu ganho financeiro na internet.

4 – Faça páginas com conteúdo bem definido – Se você está fazendo uma página do assunto “SEO gratis”, coloque essa palavra chave na URL, title tag, meta tags , header tags, etc. Como o sistema de anúncios do Google utiliza a contextualização da página de seu site para exibir os anúncios mais indicados para seu público, se você não tem um conteúdo bem definido, o AdSense pode exibir propagandas aleatórias e você ter um CTR muito baixo

5 – A qualidade do conteúdo postado em seu site influência no tipo de anúncio que o Google vai exibir. Se seu texto não tem palavras chaves definidas, se você foge do tema central, não espere um CTR elevado. Antes de escrever um artigo, determine as palavras-chave que devem estar presentes no texto seja fiel ao tema abordado para que seus anúncios sejam coerentes ao tema dado e assim o seu CTR aumente e, como consequência, seus ganhos.

6 – Use palavras-chave melhores – Ao planejar seus artigos, tenha em mente que ele será classificado no Google de acordo com suas palavras chaves principais e temática em geral. Se você estiver usando palavras-chave altamente competitivas, como por exemplo um artigo sobre o ” jogador Neymar” , onde existem milhares de veículos tratando sobre o mesmo tema não vai se classificar tão bem nos resultados de busca quanto se estivesse usando palavras-chave com menor competição, como um artigo de nicho sobre ” como fazer um jardim suspenso de samambaias em sua casa” .

7 – Use WordPress – Se você não é uma multinacional produtora de conteúdo com milhões de dólares a sua disposição, sua melhor aposta é criar seu conteúdo na plataforma WordPress. 33% dos sites do planeta usam esta solução que é gratuita, possui imensa base de plugins e desenvolvedores e é versátil o suficiente para escalar o seu negócio sem preocupações.

8 – Densidade de palavras-chave – Sua densidade de palavras-chave vai determinar a relevância para o seu nicho e irá melhorar o seu tráfego nos motores de busca. Quando você tem mais tráfego, você recebe mais cliques. Mas sua densidade de palavras-chave também determinará os tipos de publicidade que são postados no seu site, o excesso delas pode mostrar ao Google que seu conteúdo não é de qualidade. Por isso use uma ferramenta de densidade de palavras-chave para que sua postagem não seja marcada como spam.

9 – Escolha um bom nicho de mercado – Os anúncios estão relacionados ao que os usuários procuram no seu site. O Adsense é uma publicidade contextual, ou seja, seleciona os anúncios que serão exibidos no seu site a partir do texto dele. Por isso, foque na temática do seu blog ou site, em um nicho que tenha vários anunciantes e bom valor de pagamento por clique nos anúncios, senão vai acabar trabalhando demais e ganhando de menos. Exemplo de segmentos que pagam bem: Finanças, seguros, veículos, imóveis,beleza, e commerce. E que pagam mal: Entretenimento em geral, fofocas, memes, piadas, horóscopo, curiosidades.

10 – Muitas visitas – Não adianta você ter técnicas e técnicas para maximizar seus ganhos com AdSense, se você não tem um bom tráfego em seu site. Se você quer retorno rápido e não precisa de algo duradouro, invista em PPC. Vale lembrar que nada impede que você tenha/faça mais de uma coisa do que foi citado.

11 – O motor do AdSense são as visitas e cliques nos anúncios – por isso gerar tráfego é essencial! O tráfego de busca orgânica é a principal fonte de receita de uma página monetizada com o Google AdSense. Não importa quanto o seu site é relevante e como os seus anúncios são, sem tráfego você vai lucrar pouco. 

12 – Sem tráfego, sem dinheiro; mais tráfego, mais dinheiro – O algoritmo do Google recompensa os sites que publicam conteúdo regularmente com uma classificação mais alta e um tráfego mais alto. 

13 – Capriche nas suas páginas mais antigas – Ao mesmo tempo, a própria natureza do Google faz com que elas acabem recebendo anúncios mais relevantes do que as páginas que você publicou nas últimas 48 horas. 

14 – Os anúncios do AdSense têm melhor desempenho quando o tráfego é proveniente de mecanismos de pesquisa – Os anúncios com base em interesses podem não funcionar tão bem se você estiver obtendo mais tráfego direto. Muitas pessoas se queixam de baixo CPC e baixa renda do Adsense, apesar de possuir milhões de impressões por mês. Isso se deve principalmente ao CPC e às origens de tráfego. Normalmente tráfego gerado de redes sociais e fontes pagas possuem um desempenho pior em faturamento do que o tráfego de mecanismos de buscas e direto.

15 – Pode publicar links sem medo – O seu objetivo é fazer com que os usuários cheguem ao seu site, e não prendê-los lá. Além do mais, ao direcionar tráfego para outros sitesm eventualmente elesi irão te notar e podem estar abertos a divulgarem seu site gratuitamente.

16 – Produza conteúdo de qualidade para seu site ou blog – Se você copia conteúdo dos outros, além de ser desonesto, você vai acabar fracassando com o AdSense, já que os conteúdos mais ricos, relevantes e exclusivos são priorizados. Capriche na escrita com linguagem e formato próprios para a web e aplique as técnicas de SEO ou você será deixado de lado e nunca conseguirá gerar receita relevante. 

17- Copie conteúdo e terá sua conta bloqueada em pouco tempo – O Google está atento a conteúdos copiados e possui tecnologia de ponta para identificar os infratores . Conhecemos muitos sites que perderam suas contas do Adsense por este motivo. O máximo que você pode fazer sem riscos é se inspirar em 5 ou 6 artigos de terceiros sobre o mesmo tema e produzir um conteúdo original a partir deles.

18 – Use o Google Analytics como aliado – com ele você consegue identificar quais as páginas do seu site que estão gerando maior receita e intensificar a produção de conteúdo nesses temas para ter uma rentabilidade maior. Vincule suas contas do Google AdSense e Analytics.  A vinculação de suas contas do Google AdSense e do Google Analytics fornece acesso a métricas do Google AdSense, como cliques, impressões e receitas, que você pode adicionar aos seus relatórios de análise favoritos para entender melhor a rentabilidade de suas páginas ou conteúdo. Esses dados podem ajudar a otimizar seu site. Você pode usar as informações do Analytics para refinar e otimizar seus blocos de anúncios do AdSense, melhorando o desempenho geral do seu site.

LAYOUT- FORMATOS, POSIÇÕES E DESIGN  

Os valores do CTR estão relacionados primordialmente com o seu nicho de mercado, mas muitas pessoas têm CTR baixo devido ao posicionamento errado dos blocos de anúncios. Por isso, agora, vamos falar de layout – posicionamento, tamanho e design dos anúncios! 

O Google AdSense fornece diferentes estilos de anúncio por um motivo. Diferentes visitantes do seu site serão atraídos e clicarão em diferentes tipos de anúncios. Alguns clicam nos links. Alguns clicam em banners grandes. Alguns clicam em blocos de vídeos. Por isso, nesse espaço, separamos várias sugestões – não existem verdades únicas e absolutas, é tudo uma questão de experimentação e de algumas formas de fazer que têm mais chance de dar certo.

Fonte do gráfico: Marketing e Mídia

19 – Entenda o conceito de viewability – Você já pensou que muitos anúncios aparecem em rodapés de páginas mesmo que o usuário nunca tenha rolado a visualização de sua tela até lá? Pois é , os anunciantes perceberam isso também e em 2014 criaram a métrica de viewability, que mostra a porcentagem de anúncios ” visíveis” do seu site. o conceito segundo o Google é : pelo menos 50% da peça deve estar visível por no mínimo um segundo, no caso de display, ou dois segundos se for um vídeo Os anunciantes monitoram esta taxa e preferem sites com taxas de viewability acima de 70%. Se o seu site está abaixo disto, pode estar perdendo campanhas relevantes e por consequência, faturamento.

20 – Posicione bem os anúncios – A posição em que seus anúncios estão é muito importante para conseguir cliques. Nós brasileiros lemos conforme a letra F – da esquerda para a direita,  de cima para baixo. Lembre-se disso ao posicionar os seus blocos de anúncios do AdSense 

21 – Combata a cegueira seletiva – Anúncios bem escolhidos merecem um local em que sejam vistos por todos os possíveis interessados. Acontece com todos nós: lemos jornais, revistas e websites sem dar a menor atenção a muitos dos anúncios. Colocar anúncios à esquerda do texto, abaixo do logotipo, abaixo de um texto longo ou entre notícias, sempre com cores que se mesclem bem ao conjunto do site e sem molduras, são formas eficazes de aumentar sua chance na luta contra a cegueira seletiva dos leitores. 

22 – Essas são duas configurações de layout bastante comuns e a imagem acima foi disponibilizada na própria documentação do Adsense, para orientar o melhor posicionamento dos anúncios. O uso é simples: quanto mais escura a área, mais o anúncio rende. 

23 – Áreas Quentes do Adsense – Sim, você já viu essa imagem antes, mas queremos que elafique gravada na sua mente porque local onde você exibe o seu bloco de anúncio influencia diretamente na sua receita. O Adsense exibe os anúncios que pagam mais nas áreas mais nobres, mais próximas do topo do seu site (e que tendem a receber mais cliques). Estudos mostram que sites que apresentam blocos de anúncios na primeira dobra tem mais taxa de cliques

24 – Não insira muitos blocos próximos – eles acabam competindo pela ação do usuário. Uma boa ideia é posicionar o anúncio ao redor do conteúdo, normalmente próximo ao início do conteúdo da página.

25 – Dê um jeito de deixar seus anúncios próximos do seu conteúdo –procure posicioná-los na área visível até mesmo por quem não rolar a página, colocando anúncios acima da dobra. Quanto mais alto seus anúncios estão na página, mais você ganha, já que eles são mais visualizados 

26 – Cada caso é um caso – Embora a colocação de anúncios acima da dobra seja geralmente vantajosa, o posicionamento relativo dos anúncios (ou seja, o que está ao lado deles) é mais importante do que o local explícito na página. 

27 – Mude o lado – o conteúdo do lado esquerdo do seu site é visualizado mais do que o conteúdo do lado direito (devido ao fato de a maioria do mundo ler da esquerda para a direita). Se você tiver um arranha-céu (anúncio de 160×600 pixels) no lado direito da página, tente movê-lo para a esquerda.

28 – Alinhe anúncios com conteúdo – Se você tem uma seção de seu trilho direito dedicado a anúncios, tente movê-lo para cima e para baixo em relação a outro conteúdo e medir o impacto nos ganhos. 

29 – Coloque anúncios na seção de comentários. A seção de comentários de um site é geralmente bem abaixo da dobra, mas normalmente recebe um nível muito alto de engajamento 

30 – Mova seu leaderboard para baixo. É prática comum colocar o leaderboard (bloco de anúncios de 728 x 90 pixels) no topo da página, com o objetivo de torná-lo a primeira coisa que as pessoas veem. Mas assim que os visitantes rolam para baixo, o bloco de anúncios desaparece, o que torna esse anúncio é praticamente inútil; Essa imagem é um exemplo de página onde, para visualizar qualquer conteúdo (nem mesmo o título inteiro está acima da dobra), os visitantes precisam rolar para baixo e acabam deixando o bloco de anúncios 728 × 90 fora da vista. 

Esta é uma implementação melhor

31 – Utilize formatos retangulares sempre que possível – Eles geralmente possuem uma CTR maior porque não há muitas quebras de linhas no texto , facilitando a leitura do usuário e aumentando os clicks naturalmente. Além disso, eles têm uma altura razoável que permite um bom número de anúncios de texto ou outros tipos de propaganda, como uma apresentação flash por exemplo (muito comum pra esse tipo de formato, e geralmente com uma boa conversão e CPC alto).

  • Escolha os formatos de anúncios certos –  o layout de seu site acaba sendo um dos principais fatores na escolha das dimensões dos anúncios. Estatisticamente, os 3 formatos mais lucrativos são o 336×280, o 300×250 e o 160×600. Mas outro formato bem recomendado é o 728 x 90 (cabeçalho); 
  • O mais popular nem sempre é o melhor – Quase todos os sites que usam o Google AdSense apresentam um bloco de anúncios de cabeçalho de 728 x 90. Embora esse tamanho seja muito popular, ele nem sempre tem o melhor desempenho porque é inerentemente separado do conteúdo. Os blocos de anúncios que podem ser integrados ao conteúdo de um site, como 300 x 250, geralmente apresentam melhor desempenho
  • Teste vários tipos de anúncios e analise qual tem a melhor conversão. Uma opção de teste é substituir o seu 300 × 250 por um 300 × 600. O tamanho maior permite que você exiba anúncios mais atraentes com melhores calls-to-action (que se traduzem em taxas de cliques mais altas).
  • Substitua seu 728 × 90 por um 970 × 90. Da mesma forma, há um tamanho maior de leaderboard que ajuda os anúncios a se destacar mais para os visitantes novos e recorrentes.

32 – Use formatos padronizados de anúncios – Seu site deve possui os formatos que os anunciantes criam campanhas do outro lado do mercado. Não tente inventar a roda. Os recomendados pelo Google você encontra aqui.

33 – Ative a opção ” Google Auto Ads” – A medida que o sistema do Google fica mais inteligente, a vida do produtor de conteúdo fica mais fácil. Em 2019 foi lançado no Adsense a opção “AutoAds” que, quando ativada , aloca automaticamente no meio do seu conteúdo os melhores formatos de anúncio com o maior potencial de ganho, tudo de forma dinâmica.

34 – Prefira formatos de anúncios grandes – Como já vimos sobre a importância da taxa de cliques, posição e viewability de seus anúncios, é óbvio que os formatos grandes como o 300 x 600 pixels ou 970 x 250 pixels possuem métricas e faturamento muito melhores que os pequenos formatos, como o 728 x 90. Teste e use sempre formatos maiores e compare com resultados anteriores.  

35 – Tamanho é importante e maior é melhor –  torne seus anúncios visíveis para que as pessoas não o ignorem. (Mas lembre-se que elas clicarão se for algo de interesse delas).

  • Em meio a tudo isso, mantenha seu design e conteúdo focados no usuário – Os leitores são humanos e não querem um site especificamente criado para o Google AdSense. Ao buscar os ganhos do Google AdSense, é fácil se deixar levar e tomar decisões prejudiciais à experiência do usuário para gerar receita adicional. Embora possa haver uma vitória a curto prazo, você acabará prejudicando o potencial de ganhos a longo prazo de seu site, corroendo sua base de tráfego. Priorize a experiência do usuário. Aqui está um exemplo que o Google dá do que não fazer.

36 – Tenha acesso a demanda do Google Ad Exchange – Para grandes portais de conteúdo, normalmente publishers acima de 80 milhões de pageviews mensais, o Google oferece acesso a plataforma de anúncios chamada Google Ad Exchange, pense em um “Adsense Premium” . Difícil de operar mas que reúne demanda de anunciantes não disponível no Adsense, ela pode aumentar seus ganhos de forma significativa se bem configurada. Para sites menores, um bom caminho é usar empresas especializadas em mídia programática como a Premium Programmatic, que já possui acesso ao Ad Exchange, e pode integrar esta demanda premium no seu site, não importa o tamanho.

37 – Você pode escolher se seu bloco de anúncios é baseado em imagem ou texto – Tente usar os dois. A utilização de opções de texto e imagem permite que mais anunciantes façam lances (lances de anúncios de texto e lances de anúncios gráficos) e aumenta seu Custo por clique geral.

38 – Escolha o melhor formato para seu público – bloco de anúncio em texto ou em imagem? Isso depende do nicho. Não existe uma estatística definida, por isso você deve testar constantemente para perceber qual tipo de anúncio tem melhor rendimento no seu site.

39 – Anúncios baseados em links – Os anúncios com base em links são diferentes dos anúncios de banner, e não diminuem a CTR dos principais anúncios se forem otimizados corretamente.

40 – Misture seus anúncios com o layout do site – Em vez de usar cores predefinidas fornecidas pelo Google tente usar as mesmas cores da sua página para seus anúncios. Faça com que sua propaganda pareça parte do seu site. Mescle ao conteúdo, faça um design semelhante à sua barra de navegação se for possível. 

41 – Tire a borda do anúncio – Isso pode ser feito colocando a cor da borda igual à do background do anúncio e do site.

42 – Teste algumas variações de background – Tente fazer um leve contraste entre o fundo do seu site e o anúncio. Como os resultados da busca do Google, que têm um leve tom pastel de amarelo/laranja. 

43 – Teste novas combinações de cores – Encontrar a combinação ideal de cor do texto, cor do plano de fundo e cor da borda pode demorar um pouco, mas resultar em um grande salto nos ganhos. Pode ser que experimentando a combinação de cores mais feia que você puder você consiga maior visibilidade e aumento de cliques.

44 – Experimente mudar a cor dos links – Os blocos de links terão como padrão a cor azul tradicional normalmente associada aos links. Mas, uma cor mais forte pode funcionar melhor  

45 – Insira anúncios em banner no seu texto. Os anúncios inseridos no conteúdo podem ser muito eficazes para atrair a atenção (e, portanto, o envolvimento). 

46 – Posições estratégicas – Colocar anúncios de texto no início de um artigo pode resultar em alta visibilidade para os visitantes que esperam começar a ler um conteúdo. 

Ajustes “nos bastidores”

Além dos elementos de design destacados acima, há vários ajustes “nos bastidores” que podem ser feitos para ajudar todo o processo de veiculação de anúncios a ser executado com mais facilidade. Maximizando a velocidade do seu site, planejando a aparência do celular e aproveitando os relatórios e análises disponíveis, você poderá extrair algumas receitas adicionais.

47 – Use Header Bidding – Esta dica não é sobre o Google Adsense diretamente, mas possui potencial de ganhos explosivos. Há diversas empresas concorrentes do Google Adsense e que oferecem monetização no mercado. As principais delas são: Rubicon Project, Appnexus, Smart AdServer, Index Exchange, Criteo entre dezenas de outras. Com o Header bidding , que é uma tecnologia criada para permitir a competição pelas impressões do seu site de forma justa destas outras empresas com o Google, o seu faturamento pode aumentar em até 50%. Com o aumento de interessados em comprar as impresões de seu site, o Google acaba muitas vezes pagando um valor maior do que o cenário sem competição, ou uma oferta destes concorentes é maior que a do Google. Não importa. Você irá faturar mais. Saiba mais como usar Header Bidding em seu site aqui

48 – Pense no mobile – A porcentagem do seu tráfego proveniente de dispositivos móveis é provavelmente maior do que você imagina e está crescendo rapidamente. Confira a experiência do anúncio para seus visitantes em dispositivos móveise sempre pense primeiro nesta versão ao realizar ajustes. Afinal seu usuário não está vendo seu site como você vê, via desktop, e sim pelo celular.  

49 – Crie páginas AMP para seu site – O projeto de código aberto AMP – Accelerated Mobile Pages – possibilita a criação de páginas mobile de carregamento ultra rápido, e tem como principal benefício a preferência do Google no ranqueamento dos resultados de busca, além do carregamento mais rápido dos anúncios. A maior parte dos publishers brasileiros que implementaram a tecnologia aumentaram de 10 a 40% em sua audiência mobile total, gerando mais impressões de publicidade e faturamento como consequência.

50 – Responsividade – O Google oferece um código do AdSense responsivo, o que significa que você pode equipar seu site para alterar dinamicamente o tamanho dos blocos de anúncios exibidos com base na tela do usuário.

51 – Experimente os anúncios âncora para dispositivos móveis. O Google AdSense agora oferece aos parceiros de celular um “anúncio âncora para dispositivos móveis” que fica na parte inferior de uma tela quando um usuário rola a tela.

52 – Use códigos de anúncios assíncronos. Há uma grande vantagem em ter os anúncios e o restante do conteúdo do seu site ser carregado separadamente; Essa é uma correção técnica fácil que melhorará a experiência do usuário e as taxas de cliques em anúncios.

53 – Atenção ao carregamento Os anúncios de carregamento lento arrastam não apenas o desempenho do seu AdSense, mas também do seu site geral.

Segmentações e configurações 

É possível fazer diferentes segmentações e configurações para melhorar seus resultados. Confira:

54 – Bloqueio por categoria – Você pode ver rapidamente quais categorias de anúncios estão com desempenho ruim e pode bloquear essas categorias. Normalmente, vale apena bloquear as categorias que têm uma boa porcentagem de impressões, mas uma porcentagem de rendimentos muito baixa. 

55 – Configure os canais personalizados. O motivo é simples: você pode dizer exatamente quais slots estão gerando mais receita. A configuração de canais personalizados permitirá que você tenha insights melhores sobre o que está funcionando e o que não está funcionando e facilitará os testes. É muito fácil colocá-las em prática e vale a pena fazer o investimento inicial 

56 – Ao configurar seus critérios personalizados, torne-os segmentáveis. O que isso faz é disponibilizar esse espaço de anúncio para os anunciantes segmentarem especificamente. Um anunciante que segmenta especificamente seu site geralmente gera mais receita.

57 – Segmentação por seção – Se você perceber que os textos de cabeçalhos, rodapés, menus ou barras laterais do seu site estão influenciando negativamente esta escolha, há uma solução: a segmentação por seção. Você demarca no código HTML quais são as áreas da página que deverão ser consideradas na escolha do anúncio, e o Google vai desconsiderar todo o resto. O procedimento é bem simples, e o próprio Google ensina como fazer.

58 – Segmentação por canal – você tem a opção de adicionar mais detalhes sobre seus tipos de anúncios e, em seguida, colocar seu anúncio em leilão no mercado, optando pela segmentação por canal. Isso aumenta a concorrência e o valor do anúncio no seu site aumenta. Você deve ativar isso manualmente para cada canal personalizado. Para ativar a segmentação por canal em seu canal personalizado existente, faça login em sua conta do AdSense> Meus anúncios> Personalizar> Canais personalizados. Em seguida, clique em um dos nomes e uma tela irá aparecer. Basta adicionar os detalhes e colocar uma marca de seleção na segmentação por canal.

59 – Use os mecanismos de pesquisa personalizados do Google – substitua sua pesquisa do WordPress por ela. O Google não apenas fornece um ótimo mecanismo de pesquisa para sua página, mas você pode exibir anúncios nos resultados da pesquisa. E o CPM desses anúncios é muito maior do que os banners comuns devido à natureza altamente segmentada dos anúncios.

Revisões e inovações

É preciso fazer um trabalho periódico de revisão dos resultados apresentados para continuar buscando crescimento. E só é possível crescer e se destacar se você estiver disposto a inovar e buscar mais conhecimento e novas experiências. Abaixo, algumas dicas para te ajudar nessa caminhada 

Análise periódica  

60 – Analise suas métricas – Se você não sabe como está indo, como pode querer melhorar sua receita? Analisar suas métricas de desempenho (disponíveis na aba Relatórios de Desempenho, no painel do Google AdSense) é uma dica fundamental para trilhar o caminho do sucesso. O AdSense apresenta uma interface de relatórios extremamente detalhada e flexível e compreender todos os dados disponíveis para você pode ajudá-lo a se tornar um otimizador muito melhor.

61 – Lembre-se de que nenhum dinheiro vem fácil – Como tudo nesse mundo, é preciso investir tempo, esforço e dedicação antes de você ganhar uma quantia razoável com o AdSense

62 – Revise sua estratégia – Os relatórios do AdSense  são muito úteis para acompanhar suas experiências com cores, formato e posicionamento de anúncio. Defina critérios de modo a poder visualizar a cada um dos anúncios separadamente nos relatórios. Em geral demora até 48h para uma mudança completar o seu efeito prático. A cada quinze dia separe um tempo para analisar todas as métricas do seu site e tome as devidas decisões para poder elevar seus ganhos com AdSense.

63 – Monitore a taxa de preenchimento – Certifique-se de que você está veiculando anúncios e não espaços em branco em seu site. O monitoramento da taxa de preenchimento é uma maneira fácil de fazer isso;

64 – Faça uma “limpa” – Se implementações de monetização com baixa remuneração estiverem canibalizando oportunidades de pagamento mais altas, você poderá ganhar mais dinheiro removendo os retardatários.

65 – Ideias experimentais – O elemento crucial do sucesso com a monetização de anúncios gráficos e para ganhar dinheiro com o AdSense é a capacidade (e a vontade) de experimentar. Por tentativa e erro, você acabará criando combinações, layouts e estilos que proporcionam um nível mais alto de ganhos para seu site. É impossível dar sugestões aplicáveis universalmente porque cada site e público-alvo são únicos. 

66 – Familiarize-se com as Experiências do Google (Google Experiments). Não há motivo para não ter pelo menos um experimento em andamento o tempo todo. 

67- Coloque anúncios nas newsletters. Se você tiver um boletim informativo por e-mail, terá outro host potencial para anúncios em banner em mãos. Embora o AdSense não ofereça essa solução (ainda), existem alguns outros parceiros por aí (entre em contato que a gente indica). 

67 – Alternativas ao AdSense. –  O programa Adsense é não exclusivo, ou seja, as páginas de seu site podem acomodar blocos de anúncios de fonecedores concorentes. e há centenas deles por aí. Cuidado com redes de anúncios de mã fama, que não pagam em dia ou que podem trazer malware para seu site. Não existe milagre e desconfie de promessas mirabolantes. Nós da Premium Programmatic podemos realizar uma análise sem custos do seu portal e indicar otimizações para aumentar a sua receita, tanto com o Adsense quanto empresas concorrentes. Fale conosco

Inspiração digital 

Embora incentivemos você a ser criativo em suas experiências e estratégias de otimização, também não é necessário reinventar a roda. Sempre que você estiver on-line, seja em negócios ou lazer, seu radar de monetização deve estar ativado. Preste atenção nas implementações que outras pessoas estão fazendo; se estiver em uso em seu site, há uma chance de que elas estejam funcionando muito bem para eles (embora também seja muito possível que eles não pensem muito sobre otimização de receita de anúncios e tenham uma estratégia abaixo do ideal). 

68 – Busque referencias que se destaquem quando o assunto é monetização de sites. Verifique sempre com frequência quais técnicas de anúncio estão em vigor. Procure por sites que vão além dos anúncios de banner padrão e sejam criativos com anúncios dentro do conteúdo

Veja abaixo vários sites com implementações e estratégias do Google nos quais você pode se inspirar:

69 – O PerezHilton.com, famoso site americano de fofocas sobre celebridades é um exemplo de bom trabalho na integração de anúncios gráficos.

70 – Este site de gastronomia é outro exemplo legal. Ele apresenta uma ampla variedade de conteúdo e depende principalmente de redes de anúncios para gerar receita (com o perdão do trocadilho) com vários blocos de links espalhados pelo conteúdo. 

71 – Focando em sites de notícias, o jornal Chicago Tribune é um grande exemplo de portal que adotou a monetização online com algumas estratégias criativas e agressivas.

72 – Se você já usou o Download.com (e sites similares) para baixar algo, é provável que tenha clicado em um anúncio. Isso por causa da combinação entre um layout flexível por parte do site e a criatividade dos anunciantes. 

73 – O site de instruções WikiHow insere anúncios de texto em artigos para aumentar o envolvimento.

74 – Já este site de perguntas e respostas usa várias redes de anúncios gráficos, incluindo anúncios de texto do AdSense posicionados abaixo das respostas fornecidas.

75 – Aqui tem anúncios de texto, banners de vários tamanhos, pop-ups de canto…

76 – Esta página oficial do Google destaca algumas histórias de sucesso inspiradoras do AdSense, com detalhes sobre as alterações específicas feitas em cada caso para aumentar os ganhos.

77 – Esta análise interna do site ThanksgivingBlackFridayAds.com, um site focado exclusivamente em publicar vazamentos de anúncios e circulares da Black Friday americana semanas antes de serem impressos e distribuídos na mídia, tem algumas ideias excelentes para a criação de um site bem-sucedido (e bem lucrativo) usando AdSense. (O texto está em inglês, e o post é de 2012, mas ainda assim vale a leitura)

Você provavelmente percebeu que vários dos sites sugeridos acima são do tipo “como fazer algo” ou enciclopédia. Esses tipos de sites recebem grandes quantidades de tráfego e tendem a ser bons na otimização do Google AdSense. O perfil “one and done” do público deles, que chega até a página a partir de um mecanismo de pesquisa e saem depois de apenas alguns segundos no site, faz com que eles precisem ser eficazes em fazer com que os visitantes que estão “de passagem” cliquem nos anúncios – e aí, criatividade e otimização são tudo, por isso vale ficar de olho nesses exemplos.

O que não fazer

O Adsense tem uma política clara e não tolera fraudes. Além disso, algumas ações impensadas podem atrapalhar seus ganhos. Por isso fizemos uma lista de pontos para você se atentar e evitar problemas: 

78 – Vá devagar com o bloqueio e filtragem – Os anunciantes cujos anúncios você bloqueia podem decidir que não desejam anunciar com você no futuro. O mesmo acontece quando você filtra categorias inteiras. Não bloqueie anúncios, a menos que seja absolutamente necessário.

79 – Nunca “disfarce” seus anúncios – Existem inúmeras implementações e variações potenciais de anúncios em um site, mas seus anúncios nunca devem ser enganosos. Se você der a impressão para os visitantes de que eles estão clicando em uma seção diferente do seu site, você os enganará e poderá estar sujeito a penalidades.

80 – Cuidado com o posicionamento – Um fator que você deve considerar seriamente envolve o posicionamento de seus anúncios. Tenha cuidado para garantir que você não viole as políticas do Google AdSense colocando seus anúncios de forma que force os usuários a clicar neles. Além disso, nunca peça para alguém clicar nos seus anúncios.

81 – Cuidado ao Executar muitos anúncios. As restrições nos blocos de anúncios permanecem um pouco baixas. Os editores só podem incluir três blocos de anúncios por página (além de blocos de links e caixas de pesquisa). Seria fácil incluir quatro ou mais blocos de anúncios sem sobrecarregar a página, mas infelizmente você terá que resistir a essa tentação.

82 – NÃO Fale sobre seus anúncios. De acordo com os termos do Google, os editores não podem compartilhar informações confidenciais (como CPMs ou CTRs). Há alguma possibilidade de discutir o desempenho relativo (como  a variação percentual nos ganhos resultantes de uma alteração feita), mas evite divulgar valores e taxas específicos.

83 – NÃO Pense em Curto Prazo. Há oportunidades para gerar alguns ganhos adicionais imediatos, em detrimento da experiência do usuário e das perspectivas de longo prazo do site, mas é importante ficar de olho em outras métricas que podem ser afetadas por suas experiências do Google AdSense (como tempo no site e taxa de rejeição).

84 – Invista o tempo necessário para entender bem os termos de uso do Adsense: o Adsense não manda advertências para alguns tipos de infrações mais graves como fraude em cliques por exemplo. Quando ele percebe alguma irregularidade, cancela a sua conta imediatamente, anula todos os seus pagamentos pendentes e simplesmente envia uma notificação por e-mail. Leia com calma os termos de uso aqui. você não aceita estes termos, não participe – e se aceitar, procure atender a todas as demais condições.

85 – Não clique em seus próprios anúncios – Seja honesto com você mesmo. O Google sabe quando os cliques vêm de um mesmo computador e é muito rigoroso quando se trata de fraude. Sua conta pode ser banida por isso.

86 – Não pegue atalhos – Programas para gerar cliques automáticos podem te fazer ser banido do AdSense definitivamente. Isso é antiético e antiprofissional. Ficar publicando comentários em todos os blogs que puder também não funciona porque os administradores de conteúdo não vão autorizar o seu spam – ele será bloqueado e mandado direto para a lixeira 

87 – Seja profissional – não se iluda. Não existem fórmulas mágicas. É preciso planejar seu negócio previamente, ou então esqueça! Não é só publicar uma série de artigos e pronto (pelo menos se você quer ganhar dinheiro de verdade com o AdSense). 

88 – Evite punições – não viole as diretrizes para não ser punido! Conhecer as regras é um pressuposto para quem se torna afiliado ao programa. Se você violá-las, não tem choro nem vela. 

Fontes de Informação

Existem páginas e mais páginas sobre esse assunto, como boletins informativos, fóruns, recursos e consultoria especializada. Mantenha-se atualizado e busque informações sempre. Para te ajudar nesse processo, selecionamos algumas páginas com informações extras que podem ser úteis para você e algumas das melhores ferramentas para que você possa obter recursos de qualidade sobre esse tópico :

89 – Acompanhe o fórum do AdSense –  essa é uma verdadeira escola, que nos ajuda a conhecer novas técnicas e perspectivas, aprendendo cada vez mais

90 – Inscreva-se no blog oficial do Google Inside AdSense para que você esteja sempre atualizado com as últimas notícias sobre a plataforma vindas dos próprios criadores.

91 – A Central de Ajuda do Google tem uma visão geral da otimização do Google AdSense brilhante onde você pode analisar seu desempenho e tirar ideias para aproveitar melhor sua conta do Google AdSense 

92 – Por dentro do AdSense – o blog oficial do AdSense em português (ESTÁ BEM DESATUALIZADO…ULTIMAS POSTAGENS SÃO DE 2015)

93 – Guia oficial de otimização

94 – Como se inscrever no Adsense

95 – Veja os vídeos do canal do Adsense no Youtube

96 – Este fórum foi criado para que usuários avançados do Google AdSense compartilhem estratégias. 

97 – Esse guia do blogueiro John Saddington para ganhar mais com o Google AdSense tem 32 partes e traz várias estratégias do Google AdSense (é em inglês, mas é uma ótima leitura).

98 – Esse fórum em inglês do AdSense é um dos lugares mais populares da Web onde os usuários se reúnem para compartilhar conselhos e fazer perguntas uns aos outros.

99 – Esse outro Fórum sobre AdSense do WebmasterWorld.com. também reúne muita troca de informação e as perguntas feitas aqui geralmente serão respondidas muito rapidamente. (também em inglês)

100 – Tem ainda esse fórum que, além do AdSense, fala sobre PPC e SEO, no com ótimas discussões sobre problemas ou oportunidades.

101 – “Academia AdSense – esse guia oficial do Google tem seis módulos com tudo o que você precisa saber sobre o AdSense.

A Premium Programmatic, oferece monetização display, vídeo, apps nativos, formatos especiais, amp e consultoria.

Para saber mais como aumentar o faturamento do seu site, entre em contato conosco